Agosto Dourado - A importância da rede de apoio à amamentação



Esse ano a Campanha Nacional do Ministério da Saúde que estimula a amamentação teve como foco principal a formação de redes de apoio à mulher que amamenta, o que eu achei muito pertinente e importante no momento atual, pois a prática da amamentação em livre demanda e exclusiva até os seis meses de vida do bebê (como recomendado pela OMS, Unicef e MS), demanda tempo e entrega da mãe, não só física, como emocional e psicológica.

A rotina da família muda muito com a chegada do bebê e essa fase de adaptação entre o binômio mãe-filho leva um tempo para ocorrer e entrar "nos eixos", e a amamentação se estabelecer da melhor maneira para eles.

Se a mulher tem uma boa rede de apoio, seja o(a) parceiro(a), os avós, familiares, empregadores, cuidadores ou amigos, que auxiliam na manutenção de um ambiente o mais saudável possível, a amamentação tem grandes chances de se manter por mais tempo, o que beneficiará a saúde a curto, médio e longo prazos, não só do bebê, mas da mulher também!

Posts Recentes
  • YouTube
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social

Todos os direitos reservados 2020. Lótus Feminino, acolhendo mulheres. Consultoria, cursos e palestras para mulheres, gestantes e empresas por Sheila Gonzalez.